Governo de Ibiaçá investe R$ 12,5 mil em genética animal


Governo de Ibiaçá investe R$ 12,5 mil em genética animal

A Secretaria da Agricultura de Ibiaçá realizou a entrega de 500 doses de sêmen bovino para produtores de leite do município. O ato ocorreu na sexta-feira, 28 de junho.

Conforme o secretário da Agricultura, Alcir Stefani, o governo de Ibiaçá está retomando o Programa de Melhoramento Genético (Promege). “Conseguimos dar mais um passo neste Programa. A distribuição gratuita acontece para valorizar principalmente a agricultura familiar”, afirma.

Ainda, segundo Stefani, o governo de Ibiaçá investiu cerca de R$12.500,00 na compra das doses de sêmen, o que trouxe mais incentivo a 100 produtores que estão trabalhando na atividade leiteira. “Escolhemos os melhores reprodutores (touros) e se houver procura, compraremos mais doses para distribuir aos produtores interessados”, destaca o secretário.

De acordo com o médico veterinário, Eduardo Berton de Oliveira (Duda), a produção de leite está sofrendo alterações em vários países e, também, no Brasil devido às normativas implantadas recentemente, referente a alterações na qualidade do leite. “A qualidade do leite é influenciada pela genética e também pela higiene no manejo. Uma boa genética garante mais saúde animal e produtividade”, ressaltou Oliveira.

A genética escolhida para a distribuição atende todas as caraterísticas e demandas do município. “Trata-se de um touro positivo para leite; que na parte de conformação vai melhorar tipo, úbere, pernas e cascos, e que tenha saúde. Precisamos de vacas longevas, que produzam mais, gerem renda, que emprenhem mais facilmente, produzam leite de qualidade e adoeçam menos”, observou Oliveira.

Por fim, o veterinário destacou que as normativas que entraram em vigor serão mais sensíveis aos produtores que nunca atentaram para a importância do manejo correto. “O produtor que nunca investiu nas normativas, será difícil, de uma hora para outra, alcançar aquele produtor que desde o início de suas atividades sempre manteve estes cuidados. A normativa está para ser seguida e quem está na atividade vai ter que se adequar", alerta.

Mais informações sobre o Promege podem ser obtidas junto à Secretaria da Agricultura.
Redação: Fonte Agência de Jornalismo.


Enviar por e-mail Imprimir

Galeria de fotos

Fale conosco

Mande suas críticas e sugestões para o portal

Contato

Imprensa

Se você é imprensa cadastre-se e receba as notícias fresquinhas

Cadastre-se

Curta

Rua do Interventor, 510 - CEP 99940-000 - (54) 3374-1177

Horário de atendimento: 8h às 12h | 13h30 às 17h30

Visualizar mapa