Governo de Ibiaçá inaugura Espaço Maker: ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática


Governo de Ibiaçá inaugura Espaço Maker: ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática

Nesta terça-feira, 30, o governo de Ibiaçá, juntamente com a Secretaria da Educação, Cultura, Esporte e Lazer, inauguraram o Espaço Maker de educação na Escola Municipal de Ensino Fundamental Ricardo Durigon. O local abriga uma sala de informática com dez computadores e recursos para oficinas de robótica livre.

Gean Luca Pizzinatto Milani (9), Isaías de Oliveira Mariques (10) e Mateus Siqueira (10), alunos do quarto ano na Escola, foram ao gabinete do prefeito para pedir os recursos. "Eu e meus colegas fomos conversar com o prefeito e pedimos para termos aula de robótica e uma sala de informática. Fomos atendidos e estamos muito felizes", disse Gean Luca.

De acordo com o prefeito Claudiomiro Fracasso, o governo de Ibiaçá busca constantemente inovar em todas as áreas. "Mais importante que inaugurar o Espaço Maker, é ver o brilho nos olhos dos nossos alunos. Perceber a satisfação dos estudantes em ter mais esta ferramenta e participar deste momento nos alegra muito", declarou o prefeito.

O professor mestre em Ciência da Computação, Paulo Henrique Santini, natural de Ibiaçá, é quem vai trabalhar uma vez por semana atendendo os 60 alunos já inscritos. "Já temos parte dos equipamentos, computadores já instalados, mas ainda está chegando muito material como, por exemplo parafusadeira, alicates e soldador, motores de vibração, dentre outros.", esclareceu o professor.

Ainda, segundo Santini, cada turma terá um nome o qual tem alusão a grandes figuras e personagens do mundo da informática. "Assim como em uma sala tradicional, também teremos atividades e produziremos materiais físicos e digitais para divulgação do projeto em nosso blog e demais redes sociais, possibilitando ao aluno ser o protagonista da sua própria criação, também estamos introduzindo a metodologia Steam que trabalha cinco aspectos da educação maker (ciência, tecnologia, engenharia, artes e matemática), a ideia é unir todos esses aspectos dentro de um único ambiente. Estamos também trazendo uma metodologia muito utilizada nas escolas da China (referência tecnológica nos tempos atuais) que é a utilização de sites para ensinar matemática, lógica, lógica de programação e demais fundamentos da computação. Esse método me permite trabalhar a distância com os alunos, já que nos encaminhamos para este tipo de ensino. A partir deste espaço, os alunos poderão trabalhar em casa em seus smartphones, notebooks.", ressaltou Santini mencionando que, por meio da cultura maker, haverá uma expansão do aprender.

A diretora da Escola Ricardo Duringon, Joelma Sbalchiero Teles, disse estar muito feliz com o investimento da administração pública. "Este Espaço vai ajudar muito na aprendizagem dos alunos. Trabalharemos a parte de informática, robótica em conjunto com as apostilas do Método Positivo que está apresentando resultados satisfatórios", afirmou.

O que é o Espaço maker?

A palavra maker, vem do inglês, significa "fazer'' e tem uma relação direta com o termo faça você mesmo (ou do inglês DIY ou do it yourself).  A criação de diferentes espaços de aprendizagem e o conceito de "colocar a mão na massa" estão diretamente relacionados ao conceito Movimento Maker na Educação.

Objetivo deste Projeto

De acordo com Santini, educar as novas mentes da era digital é um grande desafio. Os estudantes e entusiastas sentem necessidade de saber mais sobre o mundo em que vivem e, principalmente, de interagir de forma ativa nesse contexto, não sendo apenas consumidores de informações ou soluções já desenvolvidas.

O projeto foca em desenvolver e despertar o conhecimento por meio do uso da tecnologia, afim de formar cidadãos conscientes e atuantes. "Acreditamos na importância da participação da família no contexto escolar, na interdisciplinaridade e no fortalecimento das competências socioemocionais para o desenvolvimento integral do indivíduo, proporcionando a capacidade de investigar, questionar e compartilhar", esclarece o professor do espaço maker.

O propósito do Espaço Maker de Ibiaçá, é garantir um ambiente personalizado, em que os alunos expressam toda a sua criatividade e participam de experiências e projetos interdisciplinares, o que traz inúmeros benefícios a curto, médio e longo prazo. É um espaço de aprendizagem criativa e colaborativa, destinado inicialmente para alunos da rede municipal, onde o aluno é o protagonista do que vai aprender, e vai aprender fazendo. Mesclando aulas de robótica, programação (scratch), jogos que envolvam lógica e tecnologias digitais utilizando kits educacionais, marcenaria e mão na massa. De forma envolvente e divertida, o aluno vai desenvolver sua criatividade e trabalhar em equipe.

Redação: Fonte Agência de Jornalismo



Enviar por e-mail Imprimir

Fale conosco

Mande suas críticas e sugestões para o portal

Contato

Imprensa

Se você é imprensa cadastre-se e receba as notícias fresquinhas

Cadastre-se

Curta

Rua do Interventor, 510 - CEP 99940-000 - (54) 3374-1177

Horário de atendimento: 8h às 12h | 13h30 às 17h30

Visualizar mapa