Governo de Ibiaçá decreta estado de calamidade pública


  • 20/03/2020 18h04 - Atualizado em 20/03/2020 18h04
  • WhatsApp

Governo de Ibiaçá decreta estado de calamidade pública

O prefeito de Ibiaçá, Claudiomiro Fracasso, decretou nesta sexta-feira, 20, estado de calamidade pública decorrente do surto epidêmico de Coronavírus.

De acordo com o Decreto, ficam suspensas todas as licitações; empreendimentos privados, EXCETO, farmácias, mercados, posto de combustíveis, lancherias e restaurantes (tele-entrega); agropecuárias; oficinas mecânicas; bancos e instituições financeiras; e indústrias, diante de revezamentos de funcionários enquadrados em grupos de risco.

Os estabelecimentos de comércio e serviços estarão autorizados a funcionar mediante medidas de prevenção, como uso do álcool em gel para todos os clientes, por exemplo. Os restaurantes e as lancherias poderão funcionar por meio de serviço de tele-entrega ou tele busca, já os bares das comunidades do interior deverão suspender completamente suas atividades.

Os eventos realizados em locais fechados ficam cancelados e suspensos por 30 dias. Mesmo em locais abertos, onde há aglomeração, também há determinação de cancelamento das atividades.

Ainda, conforme o Decreto, as feiras de abastecimento ao público e que forem realizadas ao ar livre podem acontecer, desde que não gerem aglomerações.

Em relação a missas, cultos, assembleias e demais estabelecimentos religiosos, tanto na cidade como no interior, também há determinação de cancelamento.

Os veículos do transporte individual público e privado poderão operar desde que observadas às medidas recomendadas pelo Ministério da Saúde quanto à higienização pessoal com álcool em gel e dos locais de uso comum pelos proprietários dos serviços.

O Centro de Referência e Assistência Social (Cras) terão suas atividades suspensas e o atendimento ao público restringido. Os atendimentos individuais devem acontecer por telefone mediante prévia análise de necessidade pelas equipes de referências.

O Conselho Tutelar manterá plantão permanente para atendimento e visando resguardas os direitos das crianças e adolescentes.

Os agricultores que precisam retirar seus blocos de produtor rural, podem procurar o setor responsável na segunda-feira, 23, e, na quinta-feira, 26, das 8h às 10h.

Considerando a aglomeração de pessoas, fica suspensa às atividades no Centro Administrativo, EXCETO na Secretaria Municipal de Administração: Setor de Blocos, Setor de Licitações e Contratos, Setor Pessoal, Setor de Contabilidade; Secretaria Municipal de Obras, Trânsito e Viação (regime de plantão); e Secretaria de Assistência Social (regime de plantão).

Redação: Fonte Agência de Jornalismo



Enviar por e-mail Imprimir

Fale conosco

Mande suas críticas e sugestões para o portal

Contato

Imprensa

Se você é imprensa cadastre-se e receba as notícias fresquinhas

Cadastre-se

Curta

Rua do Interventor, 510 - CEP 99940-000 - (54) 3374-1177

Horário de atendimento: 8h às 12h | 13h30 às 17h30

Visualizar mapa